Quais são os sintomas da baixa vitamina E no organismo?

14/12/2018 00:00

O corpo precisa de vitamina E para funcionar, tornando-se uma vitamina essencial. É solúvel em gordura, o que significa que é necessário que a gordura da dieta seja adequadamente absorvida. A vitamina E é armazenada principalmente no fígado antes de ser liberada na corrente sanguínea para uso.

A vitamina E ocorre em oito formas químicas. Com um exame de sangue, um médico pode aprender quanto de uma forma, alfa-tocoferol, uma pessoa tem. Usando essas informações, eles podem determinar se o nível geral de vitamina E.

Baixos níveis de vitamina E podem levar a:

Fraqueza muscular: A vitamina E é essencial para o sistema nervoso central. Está entre os principais antioxidantes do corpo e uma deficiência resulta em estresse oxidativo, que pode levar à fraqueza muscular.

Dificuldades de coordenação e de locomoção: Uma deficiência pode causar a degradação de certos neurônios, chamados neurônios de Purkinje, prejudicando sua capacidade de transmitir sinais.

Dormência e formigamento: Danos às fibras nervosas podem impedir que os nervos transmitam sinais corretamente, resultando nessas sensações, também chamadas de neuropatia periférica.

Deterioração da visão: A deficiência de vitamina E pode enfraquecer os receptores de luz na retina e em outras células do olho. Isso pode levar à perda de visão ao longo do tempo.

Problemas do sistema imunológico: Algumas pesquisas sugerem que a falta de vitamina E pode inibir as células do sistema imunológico. Os adultos mais velhos podem estar particularmente em risco.

Fraqueza muscular e dificuldades de coordenação são sintomas neurológicos que indicam danos ao sistema nervoso central e periférico.

O sistema periférico é a rede de nervos localizados além do cérebro e da medula espinhal. Esses neurônios passam mensagens por todo o corpo.

O sistema nervoso central se comunica entre o cérebro e a medula espinhal.

As bainhas dos neurônios são compostas principalmente de gorduras. Quando o corpo tem pouca vitamina E, contém menos antioxidantes que protegem essas gorduras e a função do sistema nervoso se decompõe.

Quando uma pessoa não tem histórico de doença genética, mas experimenta algum sintoma de deficiência de vitamina E, deve entrar em contato com um médico.

Um nível extremamente baixo de vitamina E no sangue pode indicar um problema de saúde subjacente. Testes adicionais ajudarão a determinar a causa e as opções de tratamento.