Óleo de coco ajuda na perda de gordura abdominal

02/03/2012 14:41

Os benefícios são muitos, a começar pelo tipo de gordura que ele fornece. O óleo de coco é composto de ácidos graxos (gorduras), que são triglicerídeos de cadeia média (TCM). Eles auxiliam na perda de peso e de gordura abdominal. O que acontece é que após a absorção intestinal, os TCM são transportados diretamente para o fígado e, dessa maneira, não ficam armazenados no corpo em forma de gordura.

O óleo de coco também causa saciedade e, por esse motivo, estudos revelam que o uso do óleo de coco é capaz de reduzir o índice de Massa Corporal (IMC), bem como a circunferência abdominal. Devido ao seu efeito termogênico, o óleo de coco também aumenta o HDL (colesterol bom) e tem efeito antioxidante, que combate o envelhecimento.

Ele também é rico em ácido láurico, um tipo de gordura de ação antibacteriana, antifúngica, antiviral e antiprotozoária, sendo demonstrado em diversos estudos suas ações em casos como candidíase e gastrite bacteriana (Helicobacter pylori), funcionando como um potente imunodulador. Tem baixo potencial alergênico e deve-se consumir em uma quantidade de 2 a 3 colheres de sopa ao dia. Recomenda-se começar seu consumo com uma pequena quantidade (equivalente a meia colher de sopa) e ir aumentando gradualmente.

O consumo excessivo pode levar a diarreia e sem o acompanhamento nutricional e exercícios físicos pode levar a ganho de peso. Ele é estável quando submetido a altas temperaturas, portanto, deve-se utilizá-lo em preparações frias, como saladas, sucos, shakes, em torradas e tapiocas, e na finalização de pratos quentes.

Silvia Regina Serra – nutricionista funcional e ortomolecular (Londrina)