Extrato de semente de uva combate células cancerosas agressivas

03/06/2019 00:00

Um artigo publicado on-line em 22 de dezembro de 2012 na revista Cancer Letters revela um efeito potente para o extrato de semente de uva contra o câncer colorretal em experimentos envolvendo células cancerosas cultivadas. Os resultados indicam um efeito benéfico para o extrato de semente de uva que aumenta com o maior estágio de câncer.

Molly Derry, da Escola de Farmácia e Ciências Farmacêuticas da Universidade do Colorado em Aurora e seus associados, testou o efeito do extrato de semente de uva nas linhagens de câncer colorretal em vários estágios da doença. Eles observaram um aumento em vários mecanismos anticancerígenos do extrato de semente de uva em associação com o aumento do estágio do câncer. O efeito está em nítido contraste com o da quimioterapia, que se torna menos potente em associação com o aumento do potencial metastático. Nenhum efeito adverso do composto ocorreu em células saudáveis.

“Nós sabemos há algum tempo que os compostos bioativos do extrato de semente de uva visam seletivamente muitos tipos de células cancerígenas”, afirmou Derry, que é doutorando no laboratório de PhD do pesquisador do Centro de Câncer da Universidade do Colorado, Rajesh Agarwal. “Este estudo mostra que muitas das mesmas mutações que permitem que as células cancerosas colorretais metastatizam e sobrevivem a terapias tradicionais as tornam especialmente sensíveis ao tratamento com extrato de semente de uva.”

“É necessário menos da metade da concentração de extrato de semente de uva para suprimir o crescimento celular e matar 50% das células do estágio IV do que para obter resultados semelhantes nas células do estágio II”, observou ela. “Uma célula cancerígena colorretal pode ter mais de 11.000 mutações genéticas – diferenças do DNA em células saudáveis. As quimioterapias tradicionais só podem atingir uma mutação específica e à medida que o câncer progride, mais mutações ocorrem. Essas mudanças podem resultar em câncer resistente à quimioterapia.” Em contraste, os muitos compostos bioativos do extrato de semente de uva são capazes de direcionar múltiplas mutações. Quanto mais mutações um câncer apresenta, mais eficaz o extrato de semente de uva é em direcioná-los. ”

A descoberta é importante em vista do aumento da prevalência de câncer colorretal nas sociedades ocidentais, juntamente com o fato de que 60 por cento dos diagnosticados estão em um estágio avançado de câncer. “Encontrar uma maneira de direcionar seletivamente as células cancerosas colorretais avançadas pode ter grande importância clínica”, observou Derry.