7-Keto: Suplemento que acelera o metabolismo?

31/08/2017 00:00

7-keto

7-keto 7-keto 7-Keto: Suplemento que acelera o metabolismo? 7 keto emagrece 256x3007-keto

O suplemento 7-Keto DHEA está sendo amplamente promovido como um meio de acelerar o metabolismo, a fim de perder peso, especificamente a gordura da barriga. Outras reivindicações para o produto são igualmente extravagantes – que pode melhorar a massa magra do corpo, criar músculos, aumentar a atividade da glândula tireóide, estimular o sistema imunológico, melhorar a memória e reduzir os sinais de envelhecimento. Muito poucas evidências científicas respaldam qualquer uma dessas reivindicações.

DHEA (desidroepiandrosterona) é um hormônio produzido nas glândulas supra-renais e está disponível em versões sintéticas sem receita médica. O suplemento 7-Keto-DHEA é um derivado do DHEA, mas, ao contrário do hormônio “pai”, não afeta os níveis de hormônio sexual no organismo. (Eu não recomendo que alguém tome DHEA sem supervisão médica. Possui um risco aumentado de ataque cardíaco e câncer de mama e próstata).

Os defensores dizem que 7-Keto DHEA promove a perda de peso acelerando o metabolismo – a taxa em que o corpo queima gordura. No que diz respeito ao efeito de 7-Keto DHEA sobre a perda de peso, o suplemento mostrou aumentar a taxa metabólica em repouso em participantes da pesquisa que já estavam em dietas de perda de peso e estavam envolvidos em exercícios regulares. No estudo, que durou oito semanas, os participantes que tomaram 100 mg de 7-Keto DHEA duas vezes por dia perderam cerca de 6,3 quilos em comparação com um pouco mais de dois quilos para aqueles que receberam um placebo. Nenhum dos estudos encontrou efeitos colaterais significativos. No entanto, uma vez que todos os estudos foram pequenos e de curta duração – o mais longo durou apenas dois meses – os efeitos do uso a longo prazo deste suplemento não são conhecidos. Você também deve ter em mente que 7-Keto DHEA não é uma bala mágica para a perda de peso – em todos os estudos publicados até agora, os participantes estavam em dietas reduzidas em calorias e também estavam se exercitando regularmente.